Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Motéis, Restaurantes, Bares,
Lanchonetes e Fast-food de Jundiaí e Região

Jundiaí / SP   •  

Notícias

08/10/2015

Paulo Paim critica emenda à MP 680, por anular direitos trabalhistas

O senador Paulo Paim (PT-RS) está indignado com a inclusão, na Medida Provisória 680/2015, que instituiu o Programa de Proteção ao Emprego, de uma emenda que, segundo afirmou, revoga a Consolidação das Leis do Trabalho.
Trata-se da emenda apresentada pelo deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) que flexibiliza a legislação trabalhista em favor do acordo coletivo de trabalho entre empregados e empregadores, que prevalecerá sobre a CLT. Paulo Paim disse que essa medida "é um absurdo" pois prejudica os trabalhadores.
— A marca trabalhista tem muito a ver com o solo gaúcho. De lá saiu Getúlio Vargas, de lá saiu João Goulart , de lá saiu Pasqualini, de lá saiu Leonel Brizola. E como é que a gente vai rasgar a CLT? Ora, que não fosse um gaúcho pelo menos — disse o senador.
Paulo Paim também protestou contra a sessão do Congresso Nacional que adiou a análise dos vetos presidenciais. É que disso dependem os aposentados e pensionistas do Fundo Aerus, para que seja votado o projeto que libera recursos para que eles possam receber parte do que a União lhes deve.

Fonte: Agência Senado